Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2016

Smash Memórias Guardadas #1


Olá pessoal!!! Hoje venho mostrar para vocês um novo projeto que comecei. Vocês sabem, tenho vários projetos de scrapbook em andamento. Alguns anuais e outros com prazo indeterminado, rsrsrs, como esse. 

Outro dia precisei esvaziar um móvel para ser revestido em laminado pelo marceneiro. Foi muito divertido e emocionante. Dentro desse pequeno móvel tinham vários daqueles álbuns de laboratório fotográfico com fotos da era analógica reveladas. Passe horas vendo, revendo, rindo, me emocionando com memórias que estavam guardadas. 

Depois de muito curtir minhas memórias, resolvi que tinha que digitalizar as fotos principais e fazer algum projeto com elas. Então lembrei do meu Big Smash vermelho intacto no meu atelier. Sempre tive dificuldade de começar um Smash. Olhava para as folhas e não gostava de muitas delas e acaba começando meus projetos em outros formatos. Meio chateada por ver meus Smashes encalhados e por saber que se trata de um ótimo produto para fazermos diversos usos dele. Basta uma breve navegada pelo Pinterest e nos deparamos com inúmeros estilos de Smash. Enfim, acho que a hora dos meus Smashes não tinha chegado.

Até que um dia acompanhando a fanpage da Lari Batista, vi esse post maravilhoso sobre o Smash do pré wedding dela. Reparei que a Lari pinta e borda no Smash, tem página coberta de tecido, de fita, de papeis diferentes; tem plástico de Snap, uma misturinha craft maravilhosa!!!
Foi assim que perdi o medo de mexer nos meus Smashes, mega inspirada pela Lari, resolvi começar o meu primeiro Smash e logo o big!!!

O próximo passo foi pensar em que fotos antigas reunir nesse projeto. Então lembrei que eu e meu marido não temos um álbum que guarde a nossa história e da nossa família. Resolvido o tema do meu Big Smash - Memórias Guardadas. 

Nossa história começou, na verdade, com minha mudança do Rio de Janeiro para Manaus, pois foi lá que nos conhecemos. Fui morar tão longe de casa em razão de concurso público. No início foi muito difícil, muita saudade, muita solidão mesmo. Mas, tudo compensou, foi longe de casa que encontrei o aquele que, dois anos depois, veio a ser o amor da minha vida!!! 
Assim, começou meu Smash, com as primeiras fotos que tirei em Manaus em 1995. No flat em que eu morava, no passeio para conhecer o encontro das águas do Rio Negro e Solimões, minhas amigas que dividiam o flat comigo, meu novo endereço. Era julho de 1995 e eu jamais imaginaria que aquele ano e que aquela cidade mudariam minha vida!!!

Vamos ver como ficou a minha primeira página dupla?


Não curti muito a primeira folha do Smash e, por isso, cobri com esse papel lindo de mapa. Estou aproveitando para usar vários papeis lindos antigos no meu Smash e quero que ele fique bem craft. :)


Logo no início do Smash, esse envelope lindo em que guardei mais algumas fotinhas e uma ficha pautada contando ainda mais a história desse começo.


Na página seguinte, fotos do passeio no Encontro das Águas dos Rios Negro e Solimões e dentro da Floresta Amazônica.



Nos detalhes, doilies, carimbos, splashes de tinta, costurinhas. washtapes. Foi delicioso começar esse projeto e lembrar de tantas coisas que aconteceram. Uma deliciosa viagem no tempo que só nos mostra a preciosidade da vida, do nosso destino e das pessoas que nos cercam. E, acima de tudo, que tudo acontece na hora certa!!!

Espero que curtam essa viagem que estou fazendo no meu tempo através das páginas do meu Smash. Já estou doida para fazer mais uma página, contando mais dessa história. 

E vocês, curtem Smash? Vou adorar saber se andam fazendo algum Smashbook e como guardam suas mais preciosas memórias.

Obrigada pela visita.

Volto logo com mais novidades. 

Beijocas

xoxo





Um comentário:

patiscrap disse...

Oi Déa! Adorei seu smash, vai ficar lindão! Confesso que nunca fiz nenhum, prefiro ter mais espaço para criar, mas estou finalizando um algum 15x30cm e gostei deste formato! Quem sabe um dia me aventuro! Adorei o colorido!! Bjs!